Aritmética da destruição Paiva Netto

01/09/2020

A aritmética da destruição do meio ambiente é paradoxal: a humanidade cria armadilhas contra si mesma e depois atribui ao “poder arbitrário” de Deus ou ao destino as catástrofes globais que ocorrem. Está em nós a capacidade de conservar a vida.

Nosso brado é este: Educar. Preservar. Sobreviver. Humanamente também somos Natureza.

P.S. Claro que sou a favor do progresso. Sem ele, estaríamos no tempo da pedra lascada. Entretanto, que ninguém se iluda. O progresso humano tem sido, cada vez mais, o da destruição, por causa da desvairada gana de acumular dinheiro e poder. É a luta pelo domínio do planeta, custe o que custar. E vai custando milhões de vidas dos preciosos filhos de Deus.

Aritmética da sobrevivência

É notório que o instinto humano de sobrevivência nos recomenda um desenvolvimento econômico solidário e sustentável, que a todos inclua. Meta ousada, que requer adesão geral.

Se bem esclarecido e educado desde o berço, qualquer um pode colaborar. Imaginemos uma família. No início de sua formação, os responsáveis abastecem o lar, proporcionando alimento, educação, vestimentas etc. aos filhos, netos, sobrinhos, enteados, irmãos, primos. Contudo, até as crianças, quando devidamente instruídas, prestam expressivo serviço à economia da casa. Pequenos gestos, como não deixar a luz acesa desnecessariamente nem a torneira aberta durante a escovação dos dentes, fazem grande diferença. Para visualizar o excelente resultado dessas medidas simples, basta somá-las ao total de residências no planeta. Teremos, assim, uma boa iniciativa e mais bilhões de outras.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

*VEICULO LOCALIZADO/RECUPERADO* MOTO

12/08/2020

18ª RPM - 29° BPM

*242ª CIA PM* *2º PELOTÃO PM_*
*VEICULO LOCALIZADO/RECUPERADO*

 - 11/08/2020

CAMPESTRE/MG.
VP PMMG 22881
Ten Cesar
Cb Santos
Sd Elvis Pereira
Após iniciarem o turno de serviço e com a notícia do furto de uma motocicleta na noite passada, na cidade de Campestre, os militares deslocaram até os possíveis locais onde os autores contumazes neste delito se reúnem e homiziam, sendo informado, anonimamente, que os prováveis agentes do delito seriam os mesmos menores infratores que furtaram uma motocicleta na cidade em data pretérita. Durante
Patrulhamento, após denuncia anônima eles deslocaram à zona rural bairro Serra do Bicho, onde a testemunha informou ter visto um homem cair de uma motocicleta prata e escondê-la na lavoura de café. No local, os militares constataram ser a motocicleta Honda CG/TITAN que fora furtada, no dia 10/08/2020, conforme Reds nº 2020-038502922-00. Ela se encontrava sem a placa de identificação, com parte do chassi picotado e pequenas avarias. Sendo assim, foi realizado rastreamento a fim de localizar os referidos menores, todavia sem êxito. O veículo foi arrecadado e removido para o pátio do estacionamento credenciado.
*Resultado:*
- 01 Veículo furtado Recuperado

FONTE/ POLICIA MILITAR

Acidente entre dois veículos, uma moto e uma vaca

12/08/2020

Aconteceu na data de 08/08, por voltas das 18 hs um grave acidente na rodovia 267 (reta do Rio do peixe), envolvendo dois veículos , uma moto e uma vaca,

Segundo populares o golf de Poços de Caldas que vinha sentido a Campestre, bateu em uma vaca e veio a capotar.

O motorista que é de Poços de Caldas teve suspeita de fraturas na coluna, já o motorista do Uno de Poco fundo veio em seguida não conseguindo desviar bateu no Golf que fechou a passagem da moto de Campestre que também veio a colidir.

O motorista de Poco fundo teve fratura no nariz, já o motociclista não foi informado seu estado.
A equipe do Pronto Socorro de Campestre fez o socorro é encaminhou para o PAM local.
O motorista do golf estava aguardando transferência para Alfenas.

A Polícia Militar preservou a chegada Da Perícia é Da Polícia Rodoviária Estadual que registrou o boletim de ocorrências é liberou os veículos para o pátio do guincho.
Após o acidente segundo testemunhas, foram furtados os aparelhos de som e outros pertences dos dois veiculos.

O caso será investigado pela Polícia Civil.
FOTOS/AGUIA NOTICIAS

Sobrepujar a Dor Paiva Netto

12/08/2020

A sabedoria antiga revela que as criaturas humanas podem expressar sua melhor capacidade justamente pela atitude que têm diante da Dor.

Especialistas do comportamento humano concordam que, em situações adversas, quando o sofrimento nos surpreende de maneira tão cruel, a superação requer postura de coragem. Deixar de lado sentimentos de angústia e revolta é igualmente indispensável.

Aos que acreditam em um poder superior, na Eternidade, de forma geral, a provação é mais prontamente aceita, enfrentada e vencida. Contudo, mesmo os céticos podem encontrar energia construtiva para dar novo sentido às suas existências. Temos, por exemplo, a Caridade, o auxílio ao próximo, como emblemática ferramenta de reconstrução de nossa própria felicidade.

Não temer os desafios

A crise é o teste da inteligência. A luta instiga o nosso valor. Por que temer os desafios? É a maneira escolhida por Deus para premiar a nossa capacidade. E qualquer vitória no campo espiritual e físico exige sacrifício.

Vitória ao alcance

Ninguém pode sentir-se derrotado antes mesmo de tentar o sucesso. Refletindo a respeito do estado de espírito que devemos manter, de forma que tornemos realidade as boas metas que estabelecermos para a nossa existência, concluí: todas as vitórias estão decididamente ao nosso alcance pela força do nosso próprio e valoroso trabalho. Portanto, de nossa criatividade diligentemente bem aplicada. Administrar é chegar antes!

O negativismo atrasa o progresso

É indiscutível que a conduta psicológica negativa de lideranças e liderados não contribui em nada para o crescimento social das populações. Estou com o escritor, professor e pastor metodista norte-americano William Arthur Ward (1921-1994) quando diz: “O pessimista queixa-se do vento; o otimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas”.

Assim sendo, não percamos tempo! Ajustemos as nossas velas e sobrepujemos os vendavais, a fim de concretizar o Bom Ideal que cultivamos. Isso não tem nada a ver com o famigerado “os fins justificam os meios”, atribuído a Maquiavel (1469-1527), autor de O Príncipe. Mas é triste ver alguns pensadores de grande valor, antigos demolidores de preconceitos e tabus, depois de tanta luta, declarar-se desiludidos de tudo. Ora, quando eu era menino, ouvia, na voz dos mais antigos, este conforto de Teócrito (aprox. 320-250 a.C): “Enquanto há vida, há esperança”.

Certa vez, o saudoso Dom Hélder Câmara (1909-1999), arcebispo emérito de Olinda/PE, Brasil, com a sua inata certeza de eras mais felizes para os povos, manifestou-se desta forma: “Feliz de quem atravessa a vida inteira tendo mil razões para viver”.

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com

_______________________________

Serviço — E-book A Esperança não morre nunca (Paiva Netto). Você pode baixar gratuitamente o livro digital e/ou audiolivro acessando www.paivanetto.com/esperanca

​Acidente entre duas motos deixa um gravemente ferido, e um em óbito.

10/07/2020

Acidente entre duas motos deixa um gravemente ferido, uma moça com ferimentos leves e um em óbito.

O acidente aconteceu hoje no bairro Rio do Peixe em Campestre por volta das12 horas.
Segundo populares as motos bateram de frente é Juliano de 29 anos (camiseta preta). morreu no local

, já sua namorada Vitória teve ferimentos leves e sebastiao Amorim de aproximadamente 30 anos(camiseta azul), foi levado para o Pronto socorro em estado grave.
A Polícia Militar foi até o local e preservou até a chegada da Perícia que fez seu trabalho de praxe e encaminhou o corpo de Juliano para o IML de Poços de Caldas.
Fotos/Aguia Noticias/Ricardo Martins.

Aplicativos


 Locutor no Ar

RICARDO MARTINS

Piloto Automático

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

ALLYSSON E ADYSSON

THE VOICE

02.

Jota Quest

Só Hoje

03.

ERICK LEMES

SEMPRE TE AMAREI

04.

Anderson Freire

Acalma o meu coração

05.

Paula Fernandes

Pássaro de Fogo

Anunciantes